Uma das medidas que Susana Rico, candidata à Junta de Freguesia de Castanheira do Ribatejo e Cachoeiras, e o seu grupo de trabalho consideram mais urgentes, são as que têm a ver com a falta de cuidados primários de saúde, mais precisamente no Centro de Saúde da localidade.

 

Foram identificados vários problemas. Entre eles estão a  falta de Médicos de Família, e  a falta de pessoal, meios e métodos administrativos, levando a que em muitos casos haja muitas queixas de utentes pela falta de atendimento. Para além disto, os médicos que existem, com demasiada carga laboral, estão esgotados, e os administrativos não conseguem atender tantas chamadas quanto as que existem neste momento, por falta de mais de uma linha ou extensões telefónicas, tornando assim o serviço mais lento.

 

Não é possível que numa freguesia que tem cerca de 10 000 habitantes, haja tão poucos médicos, especialmente numa fase tão difícil como a que atravessamos, onde o natural seria que aumentassem em número, não diminuíssem.  É impensável que se consiga prestar um bom serviço com a falta de meios humanos e materiais que existem.

 

Como solução possível, Susana Rico prevê a criação de um gabinete médico em medicina geral, específico para problemas de menor gravidade e doenças sazonais, permitindo o atendimento a todos os utentes, tendo ou não médico de família. O historial do doente ficará sempre registado na sua ficha de doente, permitindo a consulta por qualquer outro médico do Centro de Saúde. Havendo esta triagem, os médicos de família poderiam focar-se mais atentamente nos pacientes com doenças mais graves ou crónicas.

 

Está também pensada a criação de um protocolo com o apoio da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira e com as Universidades, Ministério da Saúde e Ordem dos Médicos, para que os alunos em fase de estágio possam iniciar funções em Centros de Saúde como o da Castanheira do Ribatejo. Esta medida seria válida tanto na vertente de saúde (médicos de família, enfermeiros, psicólogos, e no planeamento familiar), como administrativa. 

 

A criação de uma iniciativa conjunta entre e Junta de Freguesia e a Câmara Municipal, de ocupação de tempos livres para jovens, no verão, na qual pudessem prestar serviços dentro das suas áreas de estudo, dando-lhe uma primeira experiência profissional e com o pagamento de uma bolsa, poderia também ser uma forma de suprimir algumas necessidades existentes na saúde. 

 

Partilhar
Partilhar